Urban Jungle – Begonia Maculata

Uma planta com folhas verdes em forma de asas às pintas brancas? E no verso em tons de vermelho? Por mais inacreditável que seja ela existe mesmo. E quando floresce dá origem a belíssimas flores brancas.

É das plantas de interior que está na moda, pelo mesmo é das mais pesquisadas no google e, se ainda não a tem não aqui está tudo o que precisa para cuidar dela.

 

Ficha de planta

Nome científico: Begonia maculata

Nome Comum: Begonia maculata

Origem: América do Sul (origem da floresta brasileira)

Ciclo: Perene

Tipo: Sombra ou luz indireta. Coloque sempre num local com muita luz filtrada, o ideal é a norte só para receber o sol da manhã (bem fraco) mas não em demasia senão as folhas queimam.

Folhagem: Permanente: folhas estreitas e longas esverdeadas com manchas brancas. No seu verso a cor das folhas variam entre vermelhas e roxo em função da luz que recebe.

Floração: Na primavera-verão floresce cachos de flores brancas.

 

 

Crescimento: Lento e em altura graças aos seus caules.

Altura: No máximo 1 metro.

Temperaturas: O ideal é manter a planta num local todo o ano onde a temperatura varie entre 20ºC e 15ºC ventilado, mas sem correntes de ar. Esta planta não tolera temperaturas abaixo dos 10ºC nem grandes variações de temperaturas. No verão deve oferecer alguma humidade na planta borrifando levemente as folhas com água.

Solos: Opte por substrato leve indicado para plantas de interior já que promove a drenagem e o crescimento radicular (as razies crescem mais depressa).

É das plantas mais procuradas e vendidas

Rega: Na época de quente deve regar a planta uma vez por semana. Já no inverno deve regar somente quando o substrato estiver seco. Tenho atenção para não molhar as folhas. Devem regar somente o substrato (por cima) e retirar a água em excesso do prato. Água a mais na begónia leva a podridão nas raízes.

Propagação: É muito fácil por estaca: quando a planta estiver grande pode cortar um ramo colocar em água e em algumas semanas as raízes surgem. Quando tiver as raízes grandes é só colocar num vaso. A altura ideal é na primavera.

Fertilização: Como qualquer planta de interior de folhagem: na época quente (primavera-verão) adubar com um adubo líquido (20-20-20) ou simplesmente com borras de café e cascas de ovo uma vez por mês. No inverno como não há tanta luz (em comparação ao verão) deve adubar uma vez de 2 meses (como eu faço).

 

Pode ler também – Guia das plantas: Como cuidar de plantas de interior

 

Local ideal: Preferencialmente interiores: Numa sala, hall de entrada ou na cozinha. Opte inicialmente por um vaso pequeno e só quando as raízes saírem pelo vaso pode trocar por um pouco maior, mas não coloque num vaso muito grande. Ela não vai crescer mais depressa por estar num vaso maior. Esta planta prefere vasos mais pequenos já que o seu crescimento é lento.

Podas: Somente de limpeza: Retire as folhas e as flores velhas e secas à medida que a planta vai crescendo. Assim promove o crescimento de novos rebentos.

Cuidados a ter:

Por vezes um cuidado na manutenção desta planta pode originar a focos de infeção ou aparecimento de pragas como: pulgões, ácaros, moscas brancas e tripes.

Se aparecer algum bichinho não é motivo para alarme:

Se aparecer um pó branco sobre as folhas trata-se de oídio (uma doença uma doença muito característica nas begónias) que está relacionada com as correntes de ar ou calor e humidade em excesso, fraca circulação de ar. Mas se o que se instala em algumas zonas da planta for cinzento então é podridão cinzenta. Para isso deve retirar desse local e aplicar um fungicida ou um pouco de canela.

Se o caule ficar mole e com um cheiro desagradável e as folhas caírem então é água a mais. Deve suprimir as regas, mudar o substrato e colocar num local um pouco mais quente (mas não sobre luz direta).

 

As folhas ficaram amarelas? Então deve ajustar a luz (a planta deve ir para um local mais iluminado) e a água que fornece é em extremos em défice ou em excesso.

É impossível não gostar dela. Vai ficar linda na sua sala de jantar

 

Se gostou deste artigo e quer ver mais?

Então seguia-nos em FacebookInstagram e subscreva o canal no Youtube.

 

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Guardar o meu nome, email e site neste navegador para a próxima vez que eu comentar.
Para mais informações consultar a politica de privacidade.

O que plantar / semear no mês de Novembro – Tarefas de jardim e horta

Ver Artigo