O que plantar / semear no mês de Outubro – Tarefas de jardim e horta

O mês de outubro começou com as temperaturas mais baixas e as primeiras chuvas pelo menos no norte litoral do país. Contudo, já se nota que as manhãs e as noites são mais frescas e as tardes ainda são ensolaradas (mas este sol pouco aquece). Esta condição é ótima para as sementeiras e plantações que ainda não foram feitas na horta e no jardim. Colheitas, sementeiras e podas são algumas tarefas que deve fazer na horta e jardim. Estamos no início do outono e indo pela estada fora já vemos os tapetes de folhas pelas ruas e as árvores a mudarem para tons mais quentes. E por isso mesmo, e sem mais demoras, aqui está a lista de tarefas a fazer e o que pode plantar e semear em pleno mês de outubro.

Mal outubro venha procura a lenha já dizia o ditado popular, nós por cá gostamos mais do: Em outubro tudo pega tudo

Tarefas do mês

Plantas de exterior:

Colheitas

Colhe-se de tudo um pouco na horta e no jardim: dióspiros, figos, uvas, marmelos, castanha, maçãs, peras, noz, avelã, abóboras, melões feijões, dálias, rosas, alface, tomate, ervilhas, rosas, dálias, crisântemos, safaris etc. No caso das aromáticas como a lúcia-lima aproveite para secar alguns ramos e fazer infusões com as folhas.

Veja também: Quais os cuidados básicos com a colheita

Organização do jardim e da horta

As meias estações (outono e primavera) são ideias para mudanças um pouco mais drásticas nos canteiros, em beiradas, na horta ou até nas plantas envasadas. Faça uma lista de espécies que gostaria de ter ou para consumo próprio ou só para embelezar o espaço exterior e veja se tem espaço e se são mais indicadas ao local definitivo. Não se esqueça que por norma as plantas necessitam de um número de básicas (mais de 5 horas) para se desenvolver em pleno sem anomalias. Se é novato ou tem dúvidas na elaboração de um horta veja aqui por onde começar.

Limpezas

Tudo que estiver morto ou seco, seja um ramo ou uma haste retire e aproveite para podar ligeiramente. No caso das roseiras estas podem ser podadas com mais intensidade já que com o diminuir dos dias (número de horas de sol) e aproximação do repouso vegetativo está espécie está a preparar todas as suas reservas para a próxima campanha.

 

Adubação

Já que vai reorganizar os espaços verdes que tem o melhor é incorporar matéria orgânica (comprada ou de compostagem) nas entrelinhas ou na própria cova das plantas perenes (maioria das fruteiras, arvores e arbustos). A época de maior degaste energético foi na primavera – verão e a planta já não possui tantos elementos nutricionais disponíveis no solo (o solo está gasto).

Deste modo, a matéria orgânica para além de disponibilizar estes elementos nutricionais presentes no solo, também tem um efeito tampão e melhora a estrutura das camadas do solo. Sendo plantas novas num ambiente novo, esta matéria orgânica irá facilitar a ancoragem das raízes o que dará a planta estabilidade e suporte que necessita para vingar no novo espaço.

Veja também: Chorume de urtigas, um método para enriquecer o solo com matéria orgânica  

Reprogramar as regas

Pelo menos no norte litoral do país já chove e por isso mesmo que aqui está um bom momento para reprogramar as regas (no caso de quem tem sistemas automáticos) ou reaproveitar a água da chuva (que é o nosso caso). Como caminhamos para o inverno onde há maior disponibilidade de água (um pouco por todo o país) devemos de fazer uma economia deste recurso cada vez mais escasso.

Uma vez que vamos reprogramar podemos sempre também fazer uma manutenção ao sistema de rega: verificar se está tudo a funcionar em pleno, se não tem nenhum bico obstruído ou algum cano danificado. O que não seria novidade nenhuma ter estes problemas no final do verão já que usamos com mais frequência quando não chove.

Manutenção do relvado

Quem nunca numa tarde de verão passou horas no relvado seja apanhar sol, a jogar futebol ou a brincar com os miúdos? Apesar de haver espécies adaptadas ao pisoteio (aptas a serem pisadas) como o caso da Festuca arundinacea no outono devemos de fazer uma manutenção básica. Verificar zonas onde estejam mais amarelas ou secas e adubar com produtos ricos em azotos, perfurar o solo de forma a permitir o arejamento e semear uma consociação de sementes.

Mulching

Tanto em plantas perenes como as anuais (a maior parte hortícolas) colocar uma manta ou uma cobertura de material morto como o caso da palha ou casca de pinheiro, fará com que o solo não esteja descoberto. Com as chuvas mais frequentes e intensas há uma tendência natural no solo de escorrência. Este fenômeno leva a desequilíbrios tanto na nutrição das plantas já que os principais elementos nutritivos encontram se presente nas primeiras camadas do solo. Assim como no suporte da planta com o solo (evitando fenômenos de acama). Para além disso, no caso das sementeiras ou das plântulas esta camada cria um microclima mais ameno o que é fundamental para o seu desenvolvimento. Nesta fase qualquer amplitude térmica pode inviabilizar o crescimento e desenvolvimento homogêneo das sementes e plântulas.

Veja também: Como proteger as plantas das geadas, ventos forte e trovadas?

Doença e pragas

Com o aumento da humidade e as temperaturas amenas aparecem as primeiras doenças e pragas nas plantas, por isso, qualquer sinal de picada, ou folha cortada, pintas ou manchas brancas são sinais de que anda por ali algum bichinho ou doença.

Plantas de interior:

Mudar de vaso

Quem tem uma urban jungle ou meia dúzia de plantas no interior de casa mudar o vaso de uma planta é uma tarefa feita ao longo do ano. Mas finda a época de maior crescimento vegetativo (verão) é necessário dar maior espaço às raízes da planta. Não só pela área que estas ocupam, mas sim por causa das suas necessidades, plantas maiores necessitam de mais nutriente, água e ar no solo. E por isso nada melhor que oferecem as plantas envasadas uma nova “casa” de forma a que estas continuam a se desenvolvem até a próxima campanha.

Adubação

Esta dica segue o mesmo critério que as plantas de exterior: o solo está gasto e por isso nada melhor que oferecer uma boa dose de matéria orgânica ou adubos químicos (fertilizantes) para as plantas envasada. Mas atenção, deve ser moderado quanto aos adubos químicos e indicado ao tipo de plantas: folhosas, suculentas, catos, em flor, orquídeas, etc.

Podas

Tal como nós as plantas também precisam de um “look” novo e nada melhor que uma bela tesourada. Corte ramos mortos, secos, flores ou pontas secas tudo que estiver feio e o morto já que só está a consumir energia a planta e é um foco para as doenças. Sem falar que estamos a estimular a plantas a desenvolver novos gomos florais e vegetativos.

Bom filho à casa retoma

Se colocou as plantas de interior no exterior da casa num alpendre por exemplo, saiba que está altura de estas regressaram para o interior. As temperaturas estão mais baixas o que não é de todo indicado para as plantas de interior que preferem temperatura amenas constantes.

Limpeza

As plantas voltam para dentro de casa, mas é necessário limpar as folhas retirando o pó. Basta um pano húmido e passar na folhagem que já é suficiente para manter as folhas limpas e saudáveis.

 

O que plantar e semear na horta:

O que pode semear na horta:

Hortícolas: Agriões, alho-francês, beterraba, cenouras, couves, ervilhas, espinafres, nabiça, nabos, rabanetes.

O que pode plantar na horta:

Hortícolas: Acelgas, aipo, alfaces, alho, alho-francês, beterraba, beterrabas, brócolos, cebola, couves, espargos, funcho, canónigos, nabos.

Aromáticas: Alecrim, cebolinho, coentros, estragão, hortelã, manjericão, orégãos, salsa, tomilho, coentros, manjericão, tomilho

Fruteiras:  Ameixas, amoreira, anonas, framboeseira, groselhas, macieira, mirtilo, morangueiro, pereira.

O que plantar e semear no jardim:

O que pode semear no jardim:

Amor-perfeito, capuchinhas, relvado (várias espécies)

O que pode plantar no jardim:

Açucenas, amor-perfeito, anémonas, begónias, cíclames, cravos, crisântemos, jacintos, gipsofilas, margaridas, miosótis, narcisos, roseiras, tulipas

 

Se gostou deste artigo e quer ver mais?

Então seguia-nos em FacebookInstagram e subscreva o canal no Youtube.

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Guardar o meu nome, email e site neste navegador para a próxima vez que eu comentar.
Para mais informações consultar a politica de privacidade.

7 ideias para decoração de natal com plantas e materiais simples

Ver Artigo